SKOL

Escuta as mina

Agência: Soko
Direção: Georgia Guerra-Peixe_Joca
Direção de Fotografia: Fernanda Tanaka
Direção de Produção: Merilyn Salvatierra
Direção de Arte: Marília Franco e Karla Salvoni
Direção de elenco: Deborah Carvalho
Assistente de Direção: Manu Carvalho e Bruno Galvão
Som direto: Marina Almeida Bruno
Montadores: Fernanda Bernardino
Produção executiva: Eliseo “Gringo” Alvarez

Entendo que  hoje o caminho é sem volta. A posição da mulher no mercado e sua ocupação com poder é cada vez mais um assunto. Sou diretora de cinema e sei que tem poucas mulheres que ocupam esse lugar, que filmam tanto quanto eu tenho a oportunidade de filmar. E com isso fico feliz, mas sempre que me perguntam como cheguei até aqui, falo: com foco, afeto e coragem. Em momento algum tive dúvida do que queria, mas encontrei barreiras que ultrapassei com leveza. As oportunidades foram poucas, mas todas as transformei em grandes e importantes. Enfim, cheguei aqui e o que faço para fazer com que haja representatividade é gerar oportunidade profissional para as mulheres.

O projeto de SKOL chega às minhas mãos com a vontade de ser inspirador, verdadeiro, feminino e forte!

Montei uma equipe de mulheres e com elas desenhei o projeto e dirigi.

O filme nasce do conceito #escuteasminas. Nasce em um filme de 2002 da Skol, onde uma mulher toma a iniciativa de pedir a um cara para beber com ela e ele não escuta e não  bebe.

Aí passamos para os dias de hoje com um filme onde um “cara quadrado” se equivoca três vezes no bar pedindo para as mulheres trazerem uma SKOL para ele.  E encerramos com as três mulheres, juntas, falando: “a gente não trabalha aqui, ele que trabalha!”  Então entra um homem e entrega uma garrafa de SKOL para o quadrado.

Foi um prazer fazer, um prazer mandar essa mensagem e  ser diretora nos dias de hoje está me dando a oportunidade de falar (também)!

PESSOAS QUE PARTICIPARAM